segunda-feira, agosto 15

Que sejamos merecedores do destino de Vénus

Eu só vos quis vir aqui dizer que o amor merece sempre tudo de nós, merece sempre mais, sempre mais uma tentativa quando é amor. Pensei eu que o amor tinha morrido, não o matemos nós agora, porque eu ganhei uma, nós ganhámos mais uma tentativa. E espera fazer-se do (velho) amor qualquer coisa. E qualquer coisa pode ser amor. Era isto, doces almas voantes.

18 comentários:

  1. o amor merece tudo de nós e exige que cada pessoa dê o seu máximo numa relação e que luta por ela. mas só quando esse amor é correspondido. se não for correspondido, então eu apoio uma primeira e segunda tentativa. a terceira já não. o amor não merece luta quando não é correspondido. atrevo-me a dizer: quando não é correspondido, então não é amor, e passa a chamar-se sofrimento. e de sofrimento está o mundo cheio.
    gostei do post, como sempre :)

    ResponderEliminar
  2. obrigada mafalda :')
    ando bem, calma e serena. e tu, como andas?:)

    ResponderEliminar
  3. o sociedade ingrata anda fechado, o actual é o dôdô e este é novo :p

    ResponderEliminar
  4. gostei que sentir o teu texto direccionado a mim, alma (mais que) volante.
    quero acreditar no teu recado :)
    foi bonito e pessoal.

    *
    LS (http://telhadodesurdas.blogspot.com/)

    ResponderEliminar
  5. o amor é merecido quando duas almas se juntaram e fazem por se amar :) a minha imaginação até tem estado mais ou menos :$

    ResponderEliminar
  6. bela lição que me deste, Mafaldinha (:

    ResponderEliminar
  7. (...) E real, obrigada pelo comentário princesa*

    ResponderEliminar
  8. olá querida Mafalda :) pelos teus textos e comentários anteriores, de post's mais antigos, eu apercebia-me que tu tinhas uma história delicada no teu passado, algo que foi bom e provavelmente não acabou tão bem. mas fico feliz por saber que agora acreditas novamente neste sentimento que é o amor. provavelmente eu reagirei assim quando encontrar outra pessoa que me faça acreditar novamente nesse sentimento. mas entretanto cortei relações com o amor. eu aprendo com os erros e aprendo com o meu passado e no meu passado houve muitos erros e todos esses erros vieram desse sentimento e trouxeram dor. e é algo recente. eu não desisti do amor. simplesmente só volto a lutar por ele quando sentir que estou a caminhar em terra firme! :)

    ResponderEliminar
  9. oh mafaldinha,tens que me explicar como estão as coisinhas :)

    ResponderEliminar
  10. gostei! o amor merece tudo de nós, a nossa alma e coração e principalmente o verdadeiro amor! :)
    obrigada minha linda <3 oh ja tinha saudades tuas, e não vou parar, porque tenho os melhores leitores do mundo (contigo incluida) <3

    ResponderEliminar
  11. Aproveita esse amor minha querida e obrigada por tudo,pelo teu apoio e pela tua presença neste meu espaço. Apesar de não te conhecer, parece que já te conheço há anos :) Só te desejo tudo do melhor, nunca vou deixar de vir a este blog fantástico, és uma escritora encantadora, exprimes as palavras de forma única e maravilhosa. Continuação de bons textos :)

    ResponderEliminar
  12. eu estou a torcer por essa renovação, sabes bem. <3

    ResponderEliminar
  13. Oh querida Mafalda, o meu caso é diferente. O amor tinha vindo a cortar relações comigo, mas no fim, quem cortou as relações de vez fui eu. Porque já estava tão cansada com o ciclo vicioso em que estava metida que já não dava mais e eu decidi arrumar tudo de uma vez. Como já disse, eu posso voltar a estabelecer relações com ele, mas para a próxima serei mais cautelosa. O amor trás sempre um amigo, e eu não gosto nada desse amigo porque o amigo é o sofrimento. E acredita, o sofrimento parece gostar mais de mim que o amor. Quanto ao teu caso, fico feliz por saber que o amor antigo ter voltado. E desejo-te imensa sorte e felicidade e que tudo corra bem agora :) E sim, tens razão, às vezes também acho que me torno 2 vezes mais forte e 3 vezes mais fria. Depende dos dias. :)

    ResponderEliminar
  14. tao bem que «falaste» mafalda, tão bem

    ResponderEliminar
  15. Mafalda, que saudades deste lugarzinho especial que é o teu blog!
    Agrada-me saber que o amor está presente de novo na tua vida (':

    *p.s. gostei do passarinho (:

    ResponderEliminar
  16. Parabéns pelo blogue. É realmente lindo. :)

    ResponderEliminar