domingo, fevereiro 14

Dia dos namorados

Doce (ou) amargo sabor do pecado,
deseja-lhe um (restante) feliz dia dos namorados.
Tenho o coração nos tornozelos, a barriga contraída, as juras em papel de prata, os segredos a nú, e sabe-me tão bem. És açúcar!
Agora, vou só ali rasgar o suco e dissolve-lo ao jantar, amanteigá-lo em romances e escaldá-lo no tempo: «Para sempre!»
                                                                                                                                                                                                     com amor, Mafalda


8 comentários:

  1. os tens post's nunca perdem o encanto :) e pronto, não gosto do dia dos namorados e gostei disto.

    ResponderEliminar
  2. Texto tão pequenino e tão cheio de significado, amei!

    ResponderEliminar
  3. obrigada minha querida :$
    tenta la agora :$

    ResponderEliminar
  4. :S ve la de novo, sinceramente nao sei o que se passa

    ResponderEliminar
  5. quem me dera também ter-lhe desejado , mas "ficamos" no dia anterior :x

    ResponderEliminar
  6. ai ai ai amoroso e um bocadinho egoista em relaçao a ti, ao mesmo tempo. mas gostei muito!
    *
    afinal nao andas tao ausente quanto pensava, eu e que perdi o norte, tou a ver. *

    ResponderEliminar